Mais recente

Nando Reis - 12 De Janeiro (1994)

Tim Maia - Tim Maia (1970)


Artista: Tim Maia
Disco: Tim Maia
Ano: 1970
Esta edição: 2002 (Re-Edição em CD)
Gravadora: Polydor (Edição original) / Universal (Re-Edição em CD)
Estilo: Soul, MPB
Tempo total: 30:59
Formato: MP3 320k (+ scans)

Faixas:
01. Coroné Antonio Bento - 2:15
02. Cristina - 2:09
03. Jurema - 1:15
04. Padre Cícero - 2:24
05. Flamengo - 2:05
06. Você Fingiu - 4:03
07. Eu Amo Você - 4:08
08. Primavera (Vai Chuva) - 2:11
09. Risos - 2:39
10. Azul Da Cor Do Mar - 3:23
11. Cristina Nº 2 - 1:34
12. Tributo A Booker Pittman - 2:48

Um pouco da história:
Tim Maia, nome artístico de Sebastião Rodrigues Maia (Rio de Janeiro, 28 de setembro de 1942 — Niterói, 15 de março de 1998), foi um cantor, compositor, maestro, produtor musical, multi-instrumentista e empresário brasileiro, responsável pela introdução do estilo soul na música popular brasileira e reconhecido mundialmente como um dos maiores ícones da música no Brasil. Suas músicas eram marcadas pela rouquidão de sua voz, sempre grave e carregada, conquistando grande vendagem e consagrando muitos sucessos. Nasceu e cresceu na cidade do Rio de Janeiro, onde, em sua infância, já teve contato com pessoas que viriam a ser grandes cantores, como Jorge Ben Jor e Erasmo Carlos. Em 1957, fundou o grupo The Sputniks, no qual cantou junto a Roberto Carlos. Em 1959, emigrou para os Estados Unidos, onde teve seus primeiros contatos com o soul, vindo a ser preso e deportado por roubo e porte de drogas. Em 1970, gravou seu primeiro disco, intitulado Tim Maia, que, rapidamente, tornou-se um sucesso país afora com músicas como "Azul da Cor do Mar" e "Primavera".


Tim Maia é o álbum de estreia gravado pelo cantor e compositor brasileiro Tim Maia, e lançado em 1970 pela Polydor, selo da antiga gravadora Polygram. O disco foi bem recebido pelo público, e foi um dos mais vendidos do ano seguinte ao seu lançamento. Contém clássicos da carreira de Tim Maia como "Azul da Cor do Mar" e "Primavera (Vai Chuva)". O disco contém uma mistura de MPB e soul. O LP foi eleito em uma lista da versão brasileira da revista Rolling Stone como o 25º melhor disco brasileiro de todos os tempos. Na época do lançamento, o crítico Carlos Vergueiro parabenizou Tim Maia pela interpretação de "Primavera" e considerou esta e outras nove faixas como as melhores de 1970.

Quando lançou seu primeiro álbum, Tim Maia, no início da década de 1970, Tim Maia havia gravado apenas dois compactos. Foi Nelson Motta, produtor musical, quem ajudou o então pouco conhecido Maia, após ter escutado a canção "Primavera (vai chuva)". Motta, que gostou muito do trabalho e da pessoa de Maia, o colocou em contato com Elis Regina, com quem gravou These are the songs, no ano de 1969. Isso chamou a atenção de sua gravadora, a Polydor, que acelerou o processo de gravação de seu primeiro long play. A gravação do disco de Tim Maia também foi recomendada pelo grupo musical de rock psicodélico Os Mutantes.

Neste álbum, Tim Maia incorporou na música brasileira o soul dos negros norte-americanos.

Compôs com o músico paraibano Genival Cassiano a canção "Padre Cícero", uma canção que mistura os elementos principais do baião – ritmo mais popular no Nordeste do Brasil – ao soul, em uma homenagem a Padre Cícero. Mais de 40 anos depois, o disco ainda é referência pela riqueza das melodias e arranjos. A canção ganharia uma outra letra e foi rebatizada como João Coragem para trilha sonora da novela Irmãos Coragem (1970) da Rede Globo.

Fonte: Wikipedia

Site oficial: www.timmaia.com.br

Outros discos do artista já foram publicados aqui no blog (ache eles AQUI).

Prévia:

PEGUE A BR! 
Senha: br320

Comentários