Mais recente

Gilberto Gil - Gilberto Gil (1971)


Artista: Gilberto Gil
Disco: Gilberto Gil
Ano: 1971
Esta edição: 2007 (Re-Edição em CD com Bônus)
Gravadora: Philips (Edição original) / Water (Esta edição)
Estilo: MPB
Tempo total: 59:14 (com Bônus)
Formato: MP3 320k (+ scans)

Faixas:
01. Nêga (Photograph Blues) - 5:47
02. Can't Find My Way Home - 5:17
03. The Three Mushrooms - 5:38
04. Babylon - 4:19
05. Volkswagen Blues - 4:08
06. Mamma - 3:45
07. One O' Clock Last Morning, 20th April 1970 - 4:39
08. Crazy Pop Rock - 4:13
Bônus
09. Can't Find My Way Home (Ao Vivo) - 6:34
10. Up From The Skies - 5:11
11. Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - 9:37

Um pouco da história:
Gilberto Passos Gil Moreira, mundialmente conhecido como Gilberto Gil, (Salvador, 26 de junho de 1942) é um político, cantor, compositor, multi-instrumentista, escritor, ambientalista, empresário e intelectual brasileiro, também conhecido por sua inovação musical e por ser ganhador de prêmios Grammys, Grammy Latino, galardeado pelo governo francês, com a Ordem Nacional do Mérito (1997), e pela UNESCO como "artista pela paz", em 1999. Gil foi embaixador da ONU para agricultura e alimentação e ex-Ministro da Cultura do Brasil (2003–2008). Em mais de cinquenta álbuns lançados, ele incorpora a gama eclética de suas influências, incluindo rock, gêneros tipicamente brasileiros, música africana e reggae, por exemplo.

A partir de 1968, o movimento começou a ser consolidado. Caetano e Gil, ao lado de Os Mutantes, passaram a participar frequentemente de programas de televisão, especialmente por Chacrinha, apresentador que tornou-se ícone do movimento. Gilberto Gil participou do espetáculo Momento 68, patrocinado pela Rhodia, levando o artista para Portugal e Espanha. Nesta época, ele começou a trabalhar com seu novo álbum solo e mais um projeto ao lado de outros tropicalistas, como Caetano, Gal Costa, Tom Zé, Nara Leão, Os Mutantes e Rogério Duprat. Em março, a gravadora lançou o primeiro single do novo álbum de Gilberto Gil, "Pega a Voga, Cabeludo".


No início de 1971 Gil grava em Londres, pelo selo Famous Music, da Paramount Records, um LP composto somente de canções escritas em inglês, algumas em parceria com o cantor, compositor e escritor carioca Jorge Mautner, com quem convive no exílio.
Em Abril do mesmo ano o disco é lançado na Inglaterra, saindo pouco depois no Brasil. O disco chamado Gilberto Gil, com: "Nega (Photogragh blues)", "Volkswagen blues" (uma versão de "Volks-Volkswagen blue"), "Mamma" e "One o'clock last morning. 20th April 1970" (as quatro, dele); "The three mushrooms", "Babylon" e "Crazy pop rock" (três parcerias com Jorge Mautner); e "Can't find my way home" (de Steve Winwood).
Ainda em 1971 Gil e Sandra (sua mulher) se mudam novamente, agora para o bairro londrino de Hampton Court. Nessa época, Gil viaja pela primeira vez para Nova York, onde faz temporada de shows em clubes do Village e teatros de universidades, lançando seu disco no mercado norte-americano.
Segundo semestre inicia em Londres a gravação de um segundo LP a ser lançado pela Philips inglesa; chega a gravar algumas músicas, mas abandona o projeto, com a perspectiva do regresso ao Brasil.
26 de novembro Gil apresenta-se com Gal Costa no Student Centre, de Londres.

Fonte: Wikipedia / Site oficial

Site oficial: www.gilbertogil.com.br

Outros discos da banda já foram publicados aqui no blog (ache eles AQUI).

Prévia:

PEGUE A BR! 
Senha: br320

Comentários