Mais recente

Roberto Carlos - Roberto Carlos (1963)

Arnaldo Antunes - Ninguém (1995)


Artista: Arnaldo Antunes
Disco: Ninguém
Ano: 1995
Esta edição: 2001 (Nova tiragem)
Gravadora: BMG (Edição original e Nova tiragem)
Estilo: Rock Alternativo, Art Rock
Tempo total: 48:14
Formato:
 MP3 320k (+ scans)

Faixas:
01. Ninguém - 3:01
02. Consciência - 4:18
03. O Nome Disso - 1:47
04. Nem Tudo - 3:29
05. Alegria - 3:23
06. Budismo Moderno - 1:58
07. Fora De Si - 2:34
08. Minha Meu - 2:00
09. O Seu Olhar - 3:44
10. Lugar Comum - 3:35
11. Judiaria - 2:58
12. Tempo - 2:23
13. Inspirado - 3:15
14. No Fundo - 3:23
15. Quero - 2:55
16. Ninguém No Carnaval - 3:23

Um pouco da história:
Arnaldo Augusto Nora Antunes Filho, ou simplesmente Arnaldo Antunes (São Paulo, 2 de setembro de 1960) é um músico, poeta, compositor, DJ, ex-VJ e artista visual brasileiro.

Nasceu em 1960, o quarto de sete filhos.

Em 1978 ingressou na FFLCH da USP, onde seguiria o curso de Linguística, mas abandonou o projeto devido ao sucesso dos Titãs.

Permaneceu durante dez anos na banda, desligando-se em 1992. Apesar de sua saída, Arnaldo continuou compondo com os demais integrantes do grupo e várias dessas parcerias foram incluídas em discos dos Titãs, assim como em seus discos solo.


Em 1995 grava o CD NINGUÉM, pela BMG Brasil, produzido por Liminha, com a banda que já o vinha acompanhando em shows, Edgard Scandurra, Paulo Tatit, Pedro Ito, Peter Price e Zaba Moreau.

NINGUÉM tem a participação especial de Jorge Mautner, na faixa Consciência. O release de apresentação é escrito por Gilberto Gil.

Compõe e grava a música Lavar as mãos para o Castelo Rá Tim Bum, programa infantil da TV Cultura, cuja trilha musical é também lançada em CD.

Fonte: Wikipedia & Site oficial

Website oficial: www.arnaldoantunes.com.br

Prévia:

PEGUE A BR! 
Senha: br320

Comentários