Gabriel O Pensador - Quebra-Cabeça (1997)


Artista: Gabriel O Pensador
Disco: Quebra-Cabeça
Ano: 1997
Esta edição: 1997 (Edição Original)
Gravadora: Chaos/Sony Music (Edição original)
Estilo: Rap, Pop
Formato: MP3 320k (+ scans)

Faixas:
01. Pátria Que Me Pariu - 4:23
02. 2345MEIA78 - 4:51
03. Cachimbo Da Paz - 5:34
04. Sem Saúde - 5:25
05. Prá Onde Vai - 6:00
06. En La Casa - 2:43
07. +1 Dose - 4:26
08. Dança Do Desempregado - 4:32
09. Eu E A Tábua - 4:38
10. Bala Perdida - 4:28
11. Festa Da Música - 6:10
12. O Sopro Da Cigarra - 4:20

Um pouco da história:
Gabriel Contino (Rio de Janeiro, 4 de março de 1973), mais conhecido pelo nome artístico Gabriel, o Pensador, é um rapper, compositor, escritor e empresário brasileiro. Iniciou sua carreira musical ao lançar uma fita demo com a música "Tô Feliz (Matei o Presidente)", sendo logo contratado pela Sony Music. Pela gravadora tem lançados sete álbuns: Gabriel o Pensador, Ainda É Só o Começo, Quebra-Cabeça, Nádegas a Declarar, Seja Você Mesmo (mas não Seja sempre o Mesmo) e Cavaleiro Andante. Seu último álbum, Sem Crise, foi lançado de forma independente.

Além de cantor, Gabriel é escritor e lançou em 2001 o livro autobiográfico Diário Noturno. Quatro anos mais tarde lançou Um Garoto Chamado Rorbeto, que ganhou o Prêmio Jabuti de melhor livro infantil no ano seguinte. Em 2008, lançou o livro Meu Pequeno Rubro-Negro e um ano depois lança uma versão especial do mesmo livro intitulada de Meu Pequeno Rubro-Negro - Edição Especial do Hexa. Escreveu em parceria com Laura Malin o livro Nada Demais que ainda não foi publicado.

Paralelamente a isso, Gabriel também é um ativista social tendo como projetos o "Pensador Futebol" que investe em jovens jogadores que querem se profissionalizar e junto de Luís Figo e Luiz Felipe Scolari comanda o projeto de futebol chamado "Dream Football" que através do envio de vídeos via internet dá a oportunidade dos participantes serem contratados por times profissionais de futebol. Além de projetos de futebol, ainda tem um projeto social conhecido como "Pensando Junto" que atende as crianças carentes da Rocinha.


No ano seguinte, em 1993, contratado pela Sony BMG e sob o pseudônimo "Gabriel, o Pensador", lançou seu primeiro e homônimo álbum, que tornou-se sucesso nas rádios com as músicas "Lôrabúrra" e "Retrato de um Playboy".

Em 1997, Gabriel volta a lançar um disco que seria intitulado Quebra-Cabeça e que continha a pop "2345meia78", além de "Cachimbo da Paz" com a participação de Lulu Santos, "Festa da Música" e "Eu e a Tábua" com a participação de Evandro Mesquita. Seu novo álbum tratava de diferentes assuntos como o alcoolismo ("+ 1 Dose" com a participação do Barão Vermelho), desemprego ("Dança do Desempregado"), violência ("Bala Perdida"), saúde pública ("Sem Saúde") e o abandono de crianças ("Pátria que Me Pariu"), o que fez com que o disco alcançasse a marca de cerca um milhão e meio de cópias vendidas.

Com o sucesso em Portugal e após ganhar em 1998 os prêmios de melhor cantor no Troféu Imprensa e no Prêmio Multishow de Música Brasileira, e ainda pelo melhor clipe com a música "Cachimbo da Paz", além das indicações de escolha da audiência e melhor videoclipe de pop no VMB, ele é escolhido pela banda irlandesa U2 para fazer a abertura de seus shows no Brasil em 1998.

Fonte: Wikipedia

Outros discos do artista já foram publicados aqui no blog (ache eles AQUI).

Prévia:

PEGUE A BR! 
Senha: br320

Postagens mais visitadas deste blog