Raul Seixas - Gita (1974)


Artista: Raul Seixas
Disco: Gita
Ano: 1974
Esta edição: 2005 (Re-edição em CD)
Gravadora: Philips (Edição original) / Universal (Esta edição)
Estilo: Rock
Tempo total: 39:51 (com Bônus)
Formato: MP3 320k (+ scans)

Faixas:
01. Super-Heróis - 3:13
02. Medo Da Chuva - 2:58
03. As Aventuras De Raul Seixas Na Cidade De Thor - 3:44
04. Água Viva - 2:01
05. Moleque Maravilhoso - 2:17
06. Sessão Das 10 - 2:11
07. Sociedade Alternativa - 2:52
08. O Trem Das 7 - 2:38
09. S.O.S. - 3:05
10. Prelúdio - 1:12
11. Loteria Da Babilônia - 2:29
12. Gita - 4:47
Bônus
13. Um Som Para Laio - 3:41
14. Não Pare Na Pista - 2:38

Um pouco da história:
Raul Santos Seixas (Salvador, 28 de junho de 1945 — São Paulo, 21 de agosto de 1989) foi um cantor e compositor brasileiro, frequentemente considerado um dos pioneiros do rock brasileiro. Também foi produtor musical da CBS durante sua estada no Rio de Janeiro, e por vezes é chamado de "Pai do Rock Brasileiro" e "Maluco Beleza". Sua obra musical é composta por 17 discos lançados em seus 26 anos de carreira e seu estilo musical é tradicionalmente classificado como rock e baião, e de fato conseguiu unir ambos os gêneros em músicas como "Let me Sing, Let me Sing". Seu álbum de estreia, Raulzito e os Panteras (1968), foi produzido quando ele integrava o grupo Raulzito e os Panteras, mas só ganhou notoriedade crítica e de público com as músicas de Krig-ha, Bandolo! (1973), como "Ouro de Tolo", "Mosca na Sopa", "Metamorfose Ambulante". Raul Seixas adquiriu um estilo musical que o creditou de "contestador e místico", e isso se deve aos ideais que vindicou, como a Sociedade Alternativa apresentada em Gita (1974), influenciado por figuras como o ocultista britânico Aleister Crowley.

Cético e agnóstico, Raul se interessava por filosofia (principalmente metafísica e ontologia), psicologia, história, literatura e latim e algumas ideias dessas correntes foram muito aproveitadas em sua obra, que possuía uma recepção boa ou de curiosidade por conta disso. Ele conseguiu gozar de uma audiência relativamente alta durante sua vida, e mesmo nos anos 80 continuou produzindo álbuns que venderam bem, como Abre-te Sésamo (1980), Raul Seixas (1983), Uah-Bap-Lu-Bap-Lah-Béin-Bum! (1987) e A Panela do Diabo (1989), esse último em parceria com o também baiano e amigo Marcelo Nova, e sua obra musical tem aumentado continuamente de tamanho, na medida em que seus discos (principalmente álbuns póstumos) continuam a ser vendidos, tornando-o um símbolo do rock do país e um dos artistas mais cultuados e queridos entre os fãs nos últimos anos. Em outubro de 2008, a revista Rolling Stone promoveu a Lista dos Cem Maiores Artistas da Música Brasileira, cujo resultado colocou Raul Seixas figurando a posição 19ª , encabeçando nomes como Milton Nascimento, Maria Bethânia, Heitor Villa-Lobos e outros. No ano anterior, a mesma revista promoveu a Lista dos Cem Maiores Discos da Música Brasileira, onde dois de seus álbuns apareceram Krig-ha, Bandolo! de 1973 atingiu a 12ª posição e Novo Aeon ficou em 53º lugar, demonstrando que o vigor musical de Raul Seixas continua a ser considerado importante hoje em dia.


Gita é o terceiro álbum solo do compositor e cantor brasileiro Raul Seixas, gravado na Philips (atual Universal Music) e lançado em 1974.

Gita é o álbum de maior sucesso da carreira de Raul Seixas, com 600 mil cópias vendidas, rendendo ao cantor seu primeiro disco de ouro. Recém-chegado do exílio, Raul posa para a capa do disco vestido de guerrilheiro com uma guitarra vermelha, numa provocação a Ditadura Militar, que o forçou a viver nos Estados Unidos.

Acompanhado de Paulo Coelho, Raul compôs no álbum alguns de seus grandes sucessos, como "Gita" (inspirada num livro sagrado hindu com mais de 6.000 anos, o Bhagavad Gita), "Sociedade Alternativa" (inspirada na obra de Aleister Crowley) e "Medo da Chuva", além de canções que contam apenas com sua autoria, como "O Trem das 7" e "S.O.S."

Em meio a concepção de Gita, Raul Seixas e Paulo Coelho foram convidados a compor a trilha sonora da novela da Rede Globo de televisão O Rebu, também lançada em álbum homônimo.

Fonte: Wikipedia

Outros discos do artista já foram publicados aqui no blog (ache eles AQUI).

Prévia:

PEGUE A BR! 
Senha: br320

Postagens mais visitadas deste blog