Mais recente

Arnaldo Antunes - Ninguém (1995)

Legião Urbana - Dois (1986)


Artista: Legião Urbana
Disco: Dois
Ano: 1986
Esta edição: 1996 (Re-Edição em CD)
Gravadora: EMI (Edição original e Re-Edição)
Estilo: Post Punk, Pop Rock
Tempo total: 46:59
Formato:
 MP3 320k (+ scans)

Faixas:
01. Daniel Na Cova Dos Leões - 4:00
02. Quase Sem Querer - 4:40
03. Acrilic On Canvas - 4:40
04. Eduardo E Mônica - 4:31
05. Central Do Brasil - 1:34
06. Tempo Perdido - 5:01
07. Metrópole - 2:49
08. Plantas Embaixo Do Aquário - 2:53
09. Música Urbana 2 - 2:40
10. Andrea Doria - 4:52
11. Fábrica - 4:55
12. Índios - 4:17

Um pouco da história:
Legião Urbana é uma banda brasileira de rock que surgiu em Brasília. Ativa entre 1982 e 1996, a banda foi desfeita após a morte do seu vocalista e líder, Renato Russo, em 11 de outubro de 1996. No período, lançaram dezesseis álbuns, somando mais de 25 milhões de discos vendidos. Em 2010, a Legião Urbana foi o terceiro grupo musical da gravadora EMI que mais vendeu discos de catálogo em todo o mundo, com uma média de 250 mil cópias por ano . A banda é uma das recordistas de vendas de discos no Brasil incluído premiações da ABPD com dois Discos de Diamante pelos álbuns Que País É Este de 1987 e Acústico MTV de 1999 e faz parte do chamado quarteto sagrado do rock brasileiro, juntamente com Barão Vermelho, Titãs e Os Paralamas do Sucesso. Em outubro de 2015, a banda retornou aos shows, com integrantes originais e novos músicos.

A banda foi formada em agosto de 1982 poucos meses após uma discussão de Renato Russo com sua antiga banda, Aborto Elétrico, devido a uma briga com o integrante Fê Lemos (bateria) na música "Veraneio Vascaína" (na ocasião, Renato havia errado a letra e levou uma baquetada em pleno show). Com o fim da banda, Fê Lemos e seu irmão, Flávio Lemos (contrabaixo), reúnem-se com Dinho Ouro Preto e formam o Capital Inicial. Para compor, Renato Russo se inspirava em bandas como Sex Pistols, The Beatles, Ramones, Gang of Four, The Smiths, The Cure, Talking Heads e Joy Division e no filósofo Jean-Jacques Rousseau (daí a inspiração para o nome artístico).

A primeira apresentação da Legião Urbana aconteceu em 5 de setembro de 1982 na cidade mineira de Patos de Minas, durante o festival Rock no Parque, que contou com outras oito atrações, entre elas a Plebe Rude. Esse foi o único concerto em que a banda apareceu com a sua primeira formação: Renato Russo (vocalista e baixista), Marcelo Bonfá (baterista), Paulo Paulista (tecladista) e Eduardo Paraná (guitarrista), hoje conhecido como Kadu Lambach. Na verdade, a Cadoro Promoções — empresa responsável pela produção do festival — havia contratado o Aborto Elétrico e até impresso centenas de cartazes com o nome da banda formada por Renato Russo, Fê Lemos e André Pretorius. Mas como o grupo havia acabado, Renato convenceu o dono da produtora, Carlos Alberto Xaulim, a se apresentar com a banda que tinha acabado de formar com o baterista Marcelo Bonfá. Após a apresentação, Paulo Paulista e Eduardo Paraná deixaram a Legião. O próximo guitarrista seria Ico Ouro-Preto (irmão de Dinho Ouro-Preto, vocalista do Capital Inicial), mas foi logo substituído por Dado Villa-Lobos, que assumiu a guitarra da Legião em março de 1983.


Brasília era ainda uma ilha cultural em relação ao resto do país. Até 1978, a história curta da nova capital não lhe atribuíra ainda nenhum momento particularmente brilhante nas artes, até porque não havia sido formada a primeira geração de artistas brasilienses. Estes estavam surgindo, justamente ali, com a cara que aquelas duas primeiras décadas tinha tido na cidade.“Química” era um dos hinos do Aborto Elétrico e foi a primeira canção daquela turma a ser gravada em fonograma e lançada em LP e K7 por todo o país. Herbert Vianna (que já havia gravado seu primeiro LP com Os Paralamas do Sucesso pela gravadora britânica EMI) apresentou a Jorge Davidson, agente da gravadora, uma fita cassete com gravações de Renato Russo, o que interessou ao diretor artístico. A Legião Urbana foi chamada no final do ano de 1983 para gravar três demos, sendo duas delas Geração Coca-Cola e Ainda é cedo. Logo de início o som feito pela banda não agradou aos executivos da EMI, que esperavam canções no estilo mais folk, pois a fita apresentada ao Jorge por Herbert Vianna foi do período em que Renato Russo estava tocando e cantando sozinho, fase chamada de Trovador Solitário. Foi então que Mayrton Bahia surgiu para intermediar a relação entre a banda e a EMI, explicando aos dois lados o que seria necessário fazer. Não tardou para que Jorge Davidson, assinasse contrato com a banda, em fevereiro de 1984.

Dois é o segundo álbum da banda, lançado em julho de 1986. Ocupa a 21ª posição da lista dos 100 maiores discos da música brasileira pela Rolling Stone Brasil. Em setembro de 2012, foi eleito pelo público da Rádio Eldorado FM, do portal Estadao.com e do Caderno C2+Música (estes dois últimos pertencentes ao jornal O Estado de S. Paulo) como o terceiro melhor disco brasileiro da história.

Na época do lançamento, a crítica do jornal elogiou o disco, afirmando: "Você morde e vê que ali tem carne. Sangrando. O gostinho de Smiths no lado A, com o letrista e vocalista Renato Russo enchendo a boca em Daniel na Cova dos Leões ou Tempo Perdido, na verdade apena prepara o terreno para a paulada do lado B, como em Metrópole e Fábrica."

Fonte: Wikipedia

Website oficial: www.legiaourbana.com.br

Outros discos da banda já foram publicados aqui no blog (ache eles AQUI).

Prévia:

PEGUE A BR! 
Senha: br320