Mais recente

Arnaldo Antunes - Ninguém (1995)

Falcão - A Um Passo Da MPB (1997)


Artista: Falcão
Disco: A Um Passo Da MPB
Ano: 1997
Esta edição: 1997 (Edição original)
Gravadora: BMG / RCA (Original)
Estilo: Pop Rock, Comédia
Formato: MP3 320k (+ scans)


Faixas:
01. A Mulher É Um Gênero Humano - 3:52
02. Não Mude Mais Nada - 4:13
03. Do Mastigativo Ao Defecativo - 3:04
04. I Love You Tonight - 3:20
05. Mulher Mala - 3:47
06. A Sacanagem É Roxa - 4:32
07. Ou É Ou Deixa De É - 3:51
08. Orai & Vigiai - 3:33
09. Guerra De Facão - 3:12
10. O Movimento Está Parado - 6:19
11. G.R.E.S. Eu E Meu Cachorro - 3:36
12. Quanto Mais Principalmente - 4:26

Um pouco da história:
Marcondes Falcão Maia (Pereiro, 16 de setembro de 1957), mais conhecido pelo seu nome artístico Falcão, é um cantor, apresentador e compositor brega notado pelo estilo irreverente e cômico. Tem nove discos gravados, com sucessos como as canções "I'm not dog no", "Black People Car", "Holiday Foi Muito" e "I Love You Tonight".

Falcão nasceu em Pereiro, no interior do Ceará, onde morou até os 12 anos em uma casa simples e sem eletricidade. Por influência do pai, o farmacêutico da cidade e "o único lá em Pereiro que tinha uma radiola, com uma coleção grande de discos, de gosto muito eclético", escuta música italiana e cantores como Waldick Soriano, Núbia Lafayete, Nelson Gonçalves, e Orlando Silva. Ocasionalmente também captava através de rádios cariocas como Rádio Globo, Nacional, e Tupi as músicas dos Beatles e da Jovem Guarda. Em 1970 muda-se de vez para Fortaleza para frequentar a escola no colégio Júlia Jorge, na Parquelândia. Aprende o violão junto com os irmãos, e conhece seu futuro parceiro musical Tarcísio Matos.


Por gostar de desenhar, opta pela área de arquitetura. Após se formar técnico em edificações na Escola Técnica Federal do Ceará em 1978, Falcão começa a trabalhar como desenhista enquanto tentava o vestibular da Universidade Federal do Ceará, na qual ingressou no curso de Arquitetura depois de cinco tentativas em 1982. Ao mesmo tempo, investia na carreira artística. Em 1980 funda, juntamente com Flávio Paiva, Matos, Eugênia Nogueira e outros estudantes de comunicação social, a publicação Um Jornal Sem Regras, cujos integrantes também formaram um grupo musical, o Bufo-Bufo. As composições eram irreverentes mas com consciência política, já que Matos e Paiva queriam fazer uma coisa mais séria pendendo pra MPB, mas Falcão mudava as letras para ficarem mais cômicas. Formou-se em Arquitetura em 1988 e abriu um escritório com colegas no qual trabalhou por três anos, até resolver focar mesmo na música.

Em outubro de 1988, faz sua primeira incursão musical: Matos trabalhava no Banco do Brasil e junto com Falcão se inscreve no Festival da Canção Bancária, realizado no BNB Clube. Em contraste às canções sérias do festival, apresentam o bolero brega escrachado "Canto Bregoriano II", com letras sobre igreja e acompanhamento de coral, e Falcão usando a vestimenta colorida que se tornou sua marca registrada. O público aplaude, mas a apresentação recebe zero de todos os jurados. No natal do mesmo ano faz seu primeiro show solo, no bar Pirata em Fortaleza. Em seguida fazia shows aos fins de semana, sendo inclusive tachado como comediante por à época surgirem muitos humoristas do Ceará como Tom Cavalcante.

A Um Passo Da MPB é o quarto disco lançado por Falcão e traz participações especiais de Zé Ramalho e Barão Vermelho.

Fonte: Wikipedia

Site oficial: www.sitedofalcao.com.br

Prévia:

PEGUE A BR! 
Senha: br320